quinta-feira

Como o que acreditamos inconscientemente pode atrapalhar nossas vidas

Não importa qual seja sua crença, positiva ou negativa, o Universo sempre vai te mostrar que você está sempre certo, que não é mentiroso.  E quando temos crenças negativas ou limitantes então, aí é que a coisa fica triste, parece que nada dá certo, a vida anda sempre pra trás. O pior é que, na maioria das vezes, nem temos consciência que temos as tais crenças.

Eu adoro cinema e um filme que gosto muito chama-se O Amor É Cego. É uma comédia romântica adorável com uma mensagem muito legal sobre autoestima e crenças.  Hal (Jack Black) é um homem que segue à risca o “conselho” de seu pai e apenas se interessa por mulheres que tenham um físico perfeito. Mas essa crença o impede de ser feliz no amor, porque apenas se interessa por mulheres lindas e fúteis, que não o levam a sério.  Porém, logo no começo do filme, uma frase me chama a atenção. A personagem Katrina divide um táxi com Hal e ele pede seu telefone. Ela, que se achava feia, diz que era melhor ele lhe dar o número, porque com a sorte que eu tenho, você vai acabar perdendo o meu telefone e não vai me ligar. Olha aí uma crença negativa de peso! É claro que o que ela acreditava acabou acontecendo mesmo. E ele não ligou porque se apaixonou por Rosemary.

Crenças limitantes são pensamentos e informações que trazemos,  julgando verdadeiras, que são reforçadas por emoções negativas, como rancor, medo, raiva, tristeza, etc e que nos impedem de alcançar determinados objetivos na vida. Por exemplo, “pra ganhar dinheiro a gente tem que trabalhar muito”, “é preciso matar um leão por dia”, “sorte no jogo, azar no amor”, “nenhum homem presta”. Ou, em casos mais específicos, “eu não tenho sorte no amor”, “sou feia e sem graça. Ninguém se interessaria por mim” ou  “se eu for promovido, meus colegas vão sentir muita inveja de mim”. Todas estas besteiras são fruto de nossas observações do mundo, de frases que ouvimos de pessoas influentes (pai, mãe, professores, etc, como no caso de Hal) ou situações já vivenciadas e que ficaram impressas no subconsciente. 

Desta forma, se uma mulher possui forte dentro de si a crença que não tem sorte no amor (“com a sorte que eu tenho, você vai acabar perdendo o meu telefone e não vai me ligar”), ela vai sempre atrair pra si situações que reforçam esta crença, como ter parceiros inadequados ou sabotar relações que poderiam ser maravilhosas, ou mesmo permanecer solitária. Muitas vezes, ela nem percebe que tem essa crença limitante tão enraizada e justifica seus insucessos como “destino” ou “para expiar culpas do passado” e, com o tempo, vai acumulando outras emoções e crenças negativas, reforçando o padrão. Quanto mais carregada de emoção, mais força a crença tem e mais devastadores são seus efeitos. Claro que estas crenças limitantes precisam ser removidas para que este quadro se modifique e ela possa finalmente conhecer a felicidade amorosa. 

Em casos como este, costumo utilizar em conjunto a terapia floral, o reiki e as acupunturas energéticas EFT e Peça e Receba. O uso do floral Larch, entre outros, trabalha diluindo a sensação de inferioridade tão forte nestes casos, ajudando a fortalecer a coragem e a autoconfiança. O reiki ajuda a reequilibrar o campo energético da pessoa, auxiliando a descristalizar e apagar as emoções relacionadas a fatos que contribuíram para criar esta atmosfera de autodepreciação e derrotismo, além de ajudar a atrair boas oportunidades de sucesso com o tempo. Estes dois métodos trabalham fora da consulta, inconscientemente, nos horários em que as acupunturas energéticas não estão atuando. A EFT, SET e Peça e Receba funcionam limpando, excluindo a carga emocional embutida na crença, de forma consciente, que vai deixando de ser “verdade absoluta”, e o fato vira apenas uma frase sem sentido. É impressionante, mas muitas vezes, depois de revertida a crença, a pessoa nem entende como conseguia acreditar naquilo.  Após a limpeza, o espaço antes ocupado com a crença sabotadora é preenchido com pensamentos e crenças positivas, abrindo caminho para realidades mais produtivas e auspiciosas. E, quanto mais forte a emoção, neste caso de segurança, tranquilidade e bem estar, mais rápida e intensa será a confirmação da crença positiva. Utilizo ainda o ho’oponopono e a PNL para ajudar a complementar. O conjunto de técnicas é muito mais eficiente e rápido nos resultados, do que utilizando apenas uma técnica isolada. No caso acima, se a amiga utilizasse este método, poderia ficar agradavelmente surpreendida com a qualidade do relacionamento que se permitiria ter.

Mágica? Não, não existe esse negócio de mágica ou algo fantástico aqui. Mágicas e milagres são apenas a ciência que ainda não foi explicada. Existem aqui apenas química (no desbloqueio dos meridianos de energia através do tapping e na mudança da polaridade energética) e física (lei de atração e repulsão), ou seja, é um processo completamente racional e mensurável.

Porém, quem tiver interesse em conhecer e aprender mais profundamente sobre a EFT e Ho’oponopono, que são maravilhosas para autoajuda, basta enviar-me um e-mail pedindo as apostilas gratuitas sobre os temas - chrisassimos@gmail.com

Quem quiser conhecer também sobre a Peça e Receba, temos um ótimo curso online desta técnica que é incrível para diluir crenças limitantes. Solicite informações pelo e-mail chrisassimos@gmail.com

Abaixo, eu adicionei alguns links de outros artigos que tratam da relação das doenças e emoções. Vale a pena dar uma olhada.  Boa leitura e saúde!



Artigos Relacionados:



Nenhum comentário :

Postar um comentário

O que você achou? Deixe sua opinião. Ela é muito importante!