quinta-feira

O medo e o processo de desenvolvimento da confiança


Uma passagem tão famosa da bíblia sagrada e tão pouco entendida na íntegra, é João 20:24-29, onde Jesus aparece a Tomé. A lição que extraí dela é sobre a confiança.

Jesus aparece a Tomé 
Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus. Diziam-lhe, pois, ou outros discípulos: vimos o senhor.  Ele, porém, lhes respondeu: se eu não vir o sinal dos cravos nas mãos, e não meter a mão no seu lado, de maneira nenhuma crerei. Oito dias depois estavam os discípulos outra vez ali reunidos, e Tomé com eles. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, pôs-se no meio deles e disse: paz seja convosco.Depois disse a Tomé: chega aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; chega a tua mão, e mete-a no meu lado; e não mais sejas incrédulo, mas crente. Respondeu-lhe Tomé: senhor meu, e Deus meu!  Disse-lhe Jesus: porque me viste, creste?  
Bem-aventurados os que não viram e creram. 

João 20:24-29

Aprendi a ter confiança na marra. Sempre fui uma pessoa com certa quantidade de medo do futuro, do presente, das contas a pagar, de olhar o saldo bancário, de perder o emprego, de perder a empregada que tomava conta dos meus filhos pra que eu pudesse ir trabalhar, de ficar sozinha. Acho que todo mundo tem esses tipos de medo, em menor ou maior grau.


Há algum tempo eu sofria com azias muito fortes. Resolvi observar, através da linguagem corporal, o porquê daquelas azias e descobri que elas só tinham um único motivo: medo, medo, medo.  Louise Hay, no seu maravilhoso livro Cure sua Vida, descreve a azia como medo que oprime e, como um antídoto, sugere utilizar frases de confiança na vida e em seus processos. Iluminada naquele momento, decidi que dali pra frente eu iria seguir aquele conselho do meu Eu Superior (que tinha trazido aquela informação pra mim) e passei a recitar pra mim mesma o tempo todo, várias vezes ao dia:

CONFIO NO FLUXO DA VIDA. A VIDA É BOA PRA MIM.

Inicialmente, fui observando que a azia diminuía de intensidade quando eu falava isso. Logo depois, a azia simplesmente desaparecia na mesma hora que eu recitava meu “mantra pessoal”. Na mesma hora!! Percebi que toda vez que eu ficava apreensiva com algo, a azia aparecia e com o pensar na frase, ela ia embora. Com o passar dos dias, eu percebi que ela deixou de existir na minha vida. Que maravilhoso! Agora era a hora de raciocinar no fato.

Por que aquilo ocorria? Qual o mecanismo?  Aprendi que onde há o medo não existe confiança, mas que também onde a confiança impera o medo não tem mais vez. E isso mudou a minha vida.

As razões pra eu ter medo eram legítimas, palpáveis, como de todo mundo. Ultimamente, estava com medo que me faltassem as condições básicas de sobrevivência, dinheiro mesmo. Fui percebendo que, à medida que ia falando a frase, com o passar dos dias, as portas foram se abrindo sem que eu fizesse a menor força. Por que isso? Porque que estava confiando na vida e que ela era muito boa pra mim. E o que a vida fez? Me mostrou e me mostra até hoje o quanto boa ela pode ser. Cada dia mais, ela mostra aquilo que eu acredito, e quanto mais eu acredito, mais razões a vida me dá pra acreditar que ela é boa. Com isso, problemas aparentemente insolúveis que eu tinha simplesmente resolveram-se sozinhos, sem que eu movesse uma palha sequer. As soluções caiam no meu colo e, na maioria das vezes, de maneira ainda melhor que eu poderia imaginar.

EU CONFIO NO FLUXO DA VIDA. A VIDA É MUITO BOA PRA MIM.

Eu quis trazer essa experiência pra mostrar que a vida é feita daquilo que acreditamos. A vida é um espelho de nossa alma. Existem pessoas que acreditam que a vida é matar um leão por dia. Outras acreditam que o dinheiro não trás felicidade. Outras ainda acreditam que nasceram pra sofrer, que não têm sorte no amor, nos negócios, que a vida não presta...  Nossa! Baseado naquilo que eu acabei de contar, que tipo de experiências essas pessoas devem estar atraindo pra si mesmas? Elas acreditam firmemente que a vida é madrasta, então ela vai se mostrar dessa forma para essas pessoas, porque a vida é aquilo que acreditamos que ela seja. Isso é uma das facetas da Lei da Projeção. O mundo é da forma como escolhemos enxergá-lo.

Faça o teste. Confie na vida e nos seus processos. Muitas pessoas pra quem eu digo isso me chamam de louca, de sonhadora os mais gentis rsrsrs.  Alguns acreditam e adotam esse método e agora esses também estão sendo chamados de loucos, de sonhadores rsrsrs  O mundo é feito de escolhas, o seu presente e futuro são produto das suas escolhas. Então, o que é mais inteligente, escolher crer em uma realidade agradável para que ela se realize ou escolher baseado em memórias de solidão, de falta de recursos e de tristezas? A segunda opção você já sabe o resultado. A definição de loucura é continuar a fazer as mesmas coisas e esperar colher um resultado diferente.

A confiança na vida é o único antídoto para o medo. O medo atravanca a vida, afasta as possibilidades e oportunidades de felicidade, porque por trás do medo está o acreditar firmemente que aquilo não vai dar certo. A vida sempre vai querer te mostrar que você não é mentiroso.

Não estou dizendo aqui que é fácil adotar essa filosofia. A repetição ajuda muito, como um mantra. A PNL nos ensina que se você repetir um ato por 21 dias ele se transforma em um hábito. Adquira então o hábito de ver as maravilhas se materializando em sua vida. É um processo realmente de crer para ver, como disse meu grande amigo Jesus. Creia que a vida é boa pra você, e ela vai te dar todos os dias mais e mais motivos pra você ver que está certo.


Nota: existem técnicas que facilitam em muito este processo de renovação de conceitos. A EFT e Peça e Receba ajudam a apagar certas memórias que travam o subconsciente na esfera da escassez, do sacrifício hercúleo, da falta de merecimento de coisas boas. Isso realmente atrapalha muito o processo. Existem florais que ajudam especificamente nestes casos, como o floral de Minas Ambrosia, que trabalha o medo de faltarem recursos básicos para a sobrevivência; o floral Larch, que trabalha o medo de errar; o Plantago, que trabalha o medo até dos próprios sonhos de conquistas, entre vários outros florais para vários outros medos. O reiki vai equilibrando os chacras, aumentando a autoconfiança e segurança. A PNL vai instalando os padrões positivos de pensamento, reforçando o trabalho, ajudando a ativar a Lei da Atração a favor e não mais contra, como era o habitual. Este trabalho é muito interessante e de resultados realmente satisfatórios e mensuráveis. Conheça o Projeto Buscando Soluções.  


Artigos Relacionados:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O que você achou? Deixe sua opinião. Ela é muito importante!