quinta-feira

Os sete corpos do Ser

Há sempre muita dúvida sobre os envoltórios que revestem nosso Ser individual. Muitas pessoas sempre se perguntam:  O que é duplo etérico? O que é perispírito? Como funciona o tão falado cordão de prata?  Baseado nisso, achei legal trazer aos meus amigos alguns ensinamentos contidos no maravilhoso livro “Além da Matéria - Uma Ponte Entre a Ciência e a Espiritualidade”, cujo autor espiritual é Joseph Gleber, que, com a experiência de quem foi físico nuclear e médico enquanto encarnado, disserta com muita propriedade sobre as particularidades dos corpos e chacras, segundo o paradigma holístico.

A propósito, a foto ilustrativa foi cuidadosamente escolhida - um iceberg - para que sempre nos lembremos que não somos somente aquilo que nossos olhos físicos podem ver, o corpo físico. Há muito mais substância e energia em nós (e em nossos irmãos) do que vemos normalmente, assim como acontece com o iceberg.


CORPOS INFERIORES


1 - Corpo Físico :  também chamado de corpo carnal, corpo somático, organismo psicofísico, soma, veículo celular. É o envoltório carnal, perecível com a morte.

2 - Corpo Etérico : também chamado de alma, duplo etérico, corpo vital, duplo vital, lastro do psicossoma, véu etérico, corpo diáfano, corpo do prana.  Agente intermediário, vaporoso, entre o físico e o perispírito, associado à alma vital. É onde se localiza todo o sistema de chacras.  Chacra correspondente:  esplênico ou plexo solar.

3 - Corpo Espiritual :  também chamado de corpo emocional, perispírito, corpo astral, psicossoma, corpo vaporoso, modelo organizador biológico - MOB, corpo luminoso.  Agente intermediário entre o corpo físico e o corpo mental. Sede do subsconsciente.  Chacra correspondente:  umbilical ou plexo solar. 

Cordão de Prata :  também chamado de laço fluídico, cordão umbilical extrafísico,  laço astral, cordão perispirítico, conexão da alma, corrente vital.  Elemento parabiofísico, enraizado no corpo físico, mantém a ligação deste com o corpo emocional.  Sua sede principal é a glândula pineal e o bulbo raquidiano, ramificando-se por todo o corpo (extremidades do corpo físico) e, no corpo emocional, nos vórtices de energia (chacras), conduzindo recursos fluídicos e energéticos entre os dois corpos.


CORPOS SUPERIORES

Corpo Mental  :  também chamado de paracorpo, corpo superior, corpo puro, corpo do espírito, corpo sem forma.  Chacras correspondentes:  laríngeo e frontal.  Caracteriza-se por ser disforme (ovalado, nebuloso e luminoso), imperceptível aos sentidos humanos, sede da consciência cósmica, do pensamento contínuo e da memória integral, o corpo mental encontra-se no psicossoma e não no cérebro, na região do perispírito que corresponde à cabeça e não no encéfalo.  Só se manifesta por telepatia. Associado à função intelectiva, subdivide-se em mental inferior ou concreto e mental superior ou abstrato.

4 - Corpo Mental Inferior  :  percepções dos 5 sentidos, relacionado à personalidade encarnada, à mente objetiva e raciocínio, domínio das emoções. Ação intermediária entre a dimensão espiritual (abstrato, superior) e o corpo emocional.  Corresponde-se com o chacra laríngeo.

5 - Corpo Mental Superior (Dimensão Espiritual) : conhecido como superconsciente, é a fonte dos sublimes desejos, pensamentos e inspirações nobres; representa a intuição pura, raciocínio criativo, elo de ligação com as forças que engendram o progresso do mundo. Profunda conexão com o chacra frontal.

Cordão de Ouro :  liga o perispírito ao corpo mental e é responsável pelas tranferências energéticas de nível superior. Ao contrário do cordão de prata, não se rompe com a morte física.

6 - Corpo Búdico / Corpo Cármico :  detém o grande núcleo da consciência potencializado ao máximo.  Divide-se em Núcleo de Potencia Moral (responsável pela relação do espírito com o meio onde ele age e atua, comando de comportamento), Núcleo de Potência Intuitiva (responsável pela captação das informações do cosmo) e Núcleo Consciencial (eleva-se acima de todos os outros corpos que são inferiores à dimensão búdica).

7 - Corpo Átmico :  essência divina, consciência pura, é a própria partícula da vida, o espírito puro, o Eu Cósmico.  Tanto quanto o seu criador (Deus), só pode ser sentido.

A cada reencarnação, os corpos vão se adelgaçando, se transubstanciando. O Ser aperfeiçoa-se e despede-se dos corpos mais densos e pesados, passando a atuar em dimensões de consciência cada vez mais sutis, até atingir a pureza.


Fonte: Livro Além da Matéria - Uma Ponte Entre a Ciência e a Espiritualidade
Autor: Robson Pinheiro / Pelo Espírito Joseph Gleber

Editora Casa dos Espíritos

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O que você achou? Deixe sua opinião. Ela é muito importante!